Perrengue de viagem: o que fazer quando perder o formulário de saída em outro país?

perder o formulário de saída em outro país

Para quem pensa que viajar por aí só tem maravilhas, visitando lugares belos e com muita alegria está enganado. Essa nova sessão “perrengue de viagem” é para mostrar que muitas vezes as coisas não saem exatamente como a gente espera e que isso também pode acontecer com você! Como por exemplo, quando tive que aprender o que fazer quando perder o formulário de saída em outro país, lá no Chile.

O cartão de saída (também chamado de “tarjeta de imigración ou control imigratório”) é aquele papelzinho que geralmente ganhamos ao entrar em diversos países e que precisa obrigatoriamente ser devolvido a polícia local ao sair do destino visitado.

O que fazer quando perder o formulário de saída em outro país?

perder o formulário de saída em outro país

Antes de tudo, é preciso manter a calma. Depois veja em qual situação você se enquadra:

1) Se está viajando com o passaporte

Quem está com o passaporte em mãos geralmente não tem problemas, pois a entrada no país está comprovada por meio do carimbo que será feito na sua chegada. Nos países que fazem parte da União Européia é comum receber apenas o carimbo de entrada no primeiro país por onde chegar e o de saída pelo país que você for voltar ao Brasil. Na pior das hipóteses, você terá que pagar uma taxa e pronto, já está tudo resolvido.

2) Se viajou sem o passaporte: precisa procurar o Consulado brasileiro ou a Polícia Internacional/Polícia do Turista

Para quem viaja sem o passaporte (nos países do Mercosul) é preciso registrar a perda ou roubo do documento como medida básica. Do contrário, você pode ser impedido de sair do país e ainda ter que prestar outros esclarecimentos, além de correr o risco de ter que pagar uma taxa pela “infração”.

perder o formulário de saída em outro país

Eu só pensando: agora fudeu!

Portanto é muito importante verificar seus documentos com certa antecedência antes de embarcar para um aeroporto ou estação de trem, ônibus e regiões de fronteira, pois você pode se surpreender e perceber que o tal danado do papel não está mais com você e enfrentar muitos transtornos.

A mesma regra acima vale se o seu passaporte for roubado/furtado/extraviado. Tal medida se torna ainda mais importante em países que exigem um visto de entrada. Em alguns casos pode ser necessário emitir um novo passaporte de emergência junto ao consulado brasileiro, sendo muito importante se orientar com a polícia local. Em alguns casos onde o passaporte não fica pronto a tempo, é possível emitir uma Autorização de Retorno ao Brasil (ARB), apenas com viagem direta para as terras tupiniquins, então esqueça qualquer escala em outro país sem o passaporte.

Em caso de dúvidas consulte a embaixada brasileira junto ao portal consular. Recomendo ter consigo o telefone e endereço da embaixada brasileira no país em que você irá visitar. E se o consulado não puder ser acionado, é possível entrar em contato diretamente com o Itamaraty pelo telefone (61/8197-2284 ou 61/2030-6456) ou email (dac@itamaraty.gov.br), leia o artigo com mais informações no site da Viagem e Turismo.

perder o formulário de saída em outro país

Leia também: Vantagens incríveis do chip internacional com internet no exterior

Como foi o meu perrengue de viagem:

Estou seguro de que não fui nem o primeiro muito menos o último a perder aquele maldito pedacinho de papel. Depois de passar dias incríveis no deserto do Atacama como já relatei em vários artigos no site era preciso voltar para a Bolívia e de lá pegar meu voo para o Brasil. Acontece que já na fila da imigração descobri que tinha perdido o danado do papelzinho.

É importante salientar que sou uma pessoa muito cuidadosa, sempre deixo minhas coisas organizadas, dessa vez honestamente não sei dizer o que aconteceu e onde esse danado foi parar.

Fato é que quando desci na fronteira, o motorista que fazia o transfer até a Bolívia me assustou dizendo que a polícia poderia me impedir de sair do país sem a tarjeta de imigración. Confiro duas, dez, umas vinte vezes meus papeis, mochila, doleira e nada! Até pensei em voltar no hotel para verificar por lá, mas decido encarar a polícia.

Pouco a pouco meu grupo já estava na fila para receber o carimbo de saída do país. E na medida em que a minha vez ia chegando só pensava em como seria ter que ficar no Chile, com o detalhe de já não ter um centavo chileno sequer.

perder o formulário de saída em outro país

Saca só o que estava me esperando na Bolívia: imagina perder isso??

Eu perderia uma diária no maravilhoso Hotel de sal Luna Salada, tudo que já tinha pago (inclusive a passagem aerea para o Brasil) até que chegou a minha vez de passar pelo controle fronteiriço. Você pode ler também todos os artigos que escrevi sobre a travessia do Salar de Uyuni, tem muitas dicas por lá! O policial olhou meu passaporte, achou o registro de entrada, carimbou a minha saída e pronto, tchau! Ele nem sequer tocou no assunto do tal papel que eu quase morri por nada.

Respiro aliviado e sigo para a Bolívia. E mesmo que não tenha vivido um perrengue “real” onde eu nem mesmo tive que dar explicações, foi uma experiência horrível só de pensar em todos os transtornos que poderiam ter acontecido.

A minha sorte mesmo é que eu estava com o passaporte e lá tinha o registro da minha entrada, mas mesmo assim devo te alertar: mantenha esse bendito papel colado no seu corpo como se fosse parte dele para não experimentar o desespero que passei! Faça tudo que puder para evitar perder o formulário de saída em outro país. Imagine-se perdendo todos os seus planos de viagem por causa disso?

perder o formulário de saída em outro país

Ao final tudo certo! Amém.

Vasculhei a internet e vi que não existem muitos artigos sobre o que fazer quando perder o formulário de saída em outro país, por isso, resolvi escrever a respeito. É válido pontuar que entrar e sair de um país estrangeiro continua sendo uma coisa meio burocrática e um tanto quanto arcaica. São formulários preenchidos a mão, revistas que às vezes obrigam os estrangeiros a retirar cintos, casacos e até mesmo seus calçados, além desses malditos papeis. É arcaico? Sim. Desnecessário? Também creio. Mas por via das dúvidas, é bom avisar! Boas viagens.

Faça suas reservas pelo nosso site com descontos e vantagens, você não paga mais nada por isso e nós recebemos uma pequena comissão, o que nos ajuda a manter o blog!

Reserve: | chip internacional| passagens aéreas em promoção | melhores ofertas de hotéis | seguro viagem | passeios

Ficou com alguma dúvida ou gostou desse post? Gostaria de compartilhar outras informações que podem ajudar? Então deixe um comentário lá em baixo!

Até logo!

Amilton Fortes
Siga:

Amilton Fortes

Administrador, agente de viagens, especialista em coaching, fotógrafo e um turisteiro nato que adora escrever contando especialmente as coisas que ninguém disse sobre os lugares que visita. Segue pelo mundo colecionando seus ímãs de geladeira. contato: turisteiro@hotmail.com.
Amilton Fortes
Siga:

20 comentários em “Perrengue de viagem: o que fazer quando perder o formulário de saída em outro país?

  • 16/02/2017 em 11:37
    Permalink

    sempre que viajo fico preocupada com essas coisas! Imagine que a ultima viagem da minha mae o que ela perdeu foi o PASSAPORTE ahhahaha

    Resposta
  • 16/02/2017 em 12:07
    Permalink

    Post bastante esclarecedor.. Para complementar aqui em Hong Kong se você perde o formulário basta prencher outro de saída e ir numa fila especial para eles darem baixa no sistema.

    Resposta
    • 16/02/2017 em 13:28
      Permalink

      Obrigado Oscar. Valeu pela dica… afinal, cada país tem uma forma de controle, não é mesmo?

      Resposta
  • 16/02/2017 em 12:29
    Permalink

    Ainda bem que deu tudo certo. E também é super importante fazer direitinho o processo de saída do país. Temos um amigo que saiu do Peru sem fazer o processo de saída (nem todas as fronteiras são organizadas) e quando voltou ao país teve problemas para entrar e ainda descobriu que tinha uma dívida enorme referente aos dias em que ele “permaneceu” no país sem o visto. Enfim, um rolo! Por isso é bom estarmos sempre atentos.
    Abraços.

    Resposta
    • 16/02/2017 em 13:28
      Permalink

      Pois é, são tantas peculiaridades e cada país age de uma forma né? Coitado do seu amigo, vou ficar de olho nesse detalhe quando visitar o Peru. Abs

      Resposta
  • 16/02/2017 em 13:02
    Permalink

    Gente, que susto! Eu sou daquelas que tem TOC e confiro meu passaporte mil vezes, sabe? Que bom que no final deu tudo certo pra vc!

    Resposta
    • 16/02/2017 em 13:29
      Permalink

      Hahahahah. Também sou mais ou menos assim Paula. Graças a Deus que tudo correu bem. Obrigado!

      Resposta
  • 16/02/2017 em 14:04
    Permalink

    Ótima dica, sempre é bom ficar ligado para não ser surpreendido e acabar gerando esse tipo de dor de cabeça. Abraço!

    Resposta
  • 16/02/2017 em 19:04
    Permalink

    Eu sou do tipo que fica preocupada e já quer deixar tudo com saídas e plano B!! Gostei do post. Super esclarecedor também 🙂

    Resposta
    • 16/02/2017 em 22:26
      Permalink

      Eu também Eloah, mas mesmo assim ainda acontece né? Obrigado pelo seu comentário. Abs

      Resposta
  • 16/02/2017 em 21:33
    Permalink

    Nossa, acho que temos mais receio de perder os passaportes do que o dinheiro que levamos.. rsrs. É muito perrengue ficar sem os passaportes, e vocês deram uma baita dica!

    Resposta
  • 17/02/2017 em 09:54
    Permalink

    Ótimas dicas! Também acho um saco tanta burocracia… é passaporte, papel grampeado de entrada, comprovante de vacina também pendurado… Tinham que descobrir uma forma de tudo isso virar uma ficha virtual. Até lá, vamos torcer para nunca perder nada e passar por esse perrengue. Abs!

    Resposta
  • 17/02/2017 em 20:29
    Permalink

    Acho que o maior temor quando saímos do país é o de perder nossos documentos. Eu sempre cuido muito bem do meu passaporte, por exemplo. Mas a dica de ter anotado o telefone e endereço do consulado é sempre boa!

    Resposta
    • 18/02/2017 em 11:44
      Permalink

      Justamente Carla. Nunca pensamos que esse tipo de coisa vai acontecer, mas infelizmente acontece…
      Abs

      Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: