Chiang Mai: tigres, elefantes, pandas, mulheres girafa e ainda tem mais?

Elefantes de Chiang Mai

Elefantes, pandas, tigres, mulheres girafas e muitas aventuras esperam quem visita Chiang Mai, no norte da Tailândia. A cidade é a segunda maior do país e confesso que me surpreendi muito com a quantidade de passeios para se fazer por lá. A seguir conto quais são os melhores programas!

10560397_1079030585463270_8268202217637292775_o

Veja também: Bangkok: TUDO sobre a melhor cidade do planeta! Começando pela Khao San Road.

O tour mais procurado na cidade é “dia com elefantes” e, justamente por ser o mais concorrido, recomendo que faça (com antecedência) a reserva numa das tantas fazendas que realizam essa excursão, pela internet mesmo (nós escolhemos o Eddy Elephant Care). A aventura dura um dia inteiro e começa cedo, parando em uma feira para comprar bananas para os elefantes. Já na fazenda, os guias ensinam alguns comandos de comunicação, mas fique tranquilo porque são bastante intuitivos e pouco utilizados. Depois do primeiro desafio, é hora do café da manhã.

12314326_10153397039737672_7620162681645236813_o

COMO É O DIA COM ELEFANTES:

Nesse momento os participantes podem colocar bananas nas trombas e até dentro da boca dos animais. Contudo, fique atento aos movimentos dos elefantes, pois numa simples viradinha eles podem provocar pequenos acidentes. Como a interação é total, você fica livre para acariciar os animais e tirar fotos bem juntinho deles. Inclusive foi num susto desses que o turisteiro Amilton Fortes foi atingido por uma cabeçada (não intencional) de um dos elefantes filhotes. Apesar de acostumados com os humanos, o dono da fazenda disse que, sobretudo os mais novinhos, não tem noção da sua própria força e esbarradas desse tipo são normais, portando todo cuidado é pouco.

11224574_10153369276047672_8622910450094164449_n

Um curativo no joelho depois é hora de dar uma pequena volta para acostumar com o andar “desengonçado” do animal. Ah, e o detalhe importante: as fazendas que oferecem day care não costumam usar celas, portanto a experiência é de montar diretamente no lombo do bicho. A princípio você até acha que vai cair, mas depois da primeira volta tudo fica mais legal e divertido, é fácil de se acostumar.

Um dos pontos altos do dia foi curtir uma trilha pela floresta montado no seu respectivo animal. Muita gente pergunta se é um animal por pessoa, no nosso caso foi porque a fazenda do Eddy tinha muitos elefantes e o nosso grupo apenas 12 pessoas, então depende do local que você escolher. Mata adentro, por meio de caminhos estreitos de terra, os elefantes vão caminhando e a sensação é de que somos os Reis da Selva! O passeio termina em um riacho, onde a equipe procede um banho coletivo com os animais, trata-se de um ótimo momento para relaxar e tirar fotos com água saindo inclusive pelas trombas de vários deles.

12309702_10153397040652672_5334753963874415476_o

COMO FUNCIONA O TEMPLO DOS TIGRES?

A cidade também leva fama por causa do seu Tiger Kingdom, tido como um dos melhores parques do gênero no mundo inteiro. Lá, é possível interagir com os tigres dos mais diversos tamanhos. a sensação de alisar esses imponentes animais é incrível e os preços dos mais variados. Nossa sugestão é pegar o combinado big/medium + small por 990 bahts (o equivalente a R$100 reais). Os guias, entram no amplo espaço gradeado com os visitantes e ali você fica cara a cara com os animais. Eles tentam te deixar bem à vontade (se é que podemos nos sentir assim), sugerindo pegar no rabo do animal, deitar em cima dele, alisá-lo e até auxiliam nas poses das fotos, repetindo por várias vezes que não se deve nunca olhar o animal nos olhos para que eles não se sintam ameaçados.

É controversa a informação de que os animais ficam dopados, pois os tratadores dizem que os tigres tem hábitos noturnos, mas há quem diga que os bichos são medicados. Contudo, durante a nossa visita, eles estavam bem “acesos”. Com uma espécie de “vassourão” os guias chamavam a atenção dos animais que se agitavam pulando sem parar, brincando na piscina. Se você também tiver essa sorte isso pode render boas fotos.

12307519_10153397060772672_823240347338004093_o

O melhor jeito de ir até o parque é pegando um red car (ou táxi vermelho), que cobrará algo em torno de 150 bahts (ou R$15 reais) por pessoa. No caminho para o Tiger existe uma tribo das famosas mulheres girafas ou tribo Karen, como são chamadas. Peça ao motorista que pare nela se quiser conhecer esse fascinante grupo que tem uma tradição um tanto quanto bizarra: a de colocar argolas no pescoço e nas pernas para ficarem mais “bonitas”. A entrada na tribo custa 500 bahts.

O QUE DESCOBRIMOS SOBRE AS MULHERES GIRAFAS:

É uma cultura das mulheres do Myanmar, mas por serem perseguidas no seu país de origem, buscaram refúgio na Tailândia, onde recebem do Governo uma espécie de bolsa mensal para se manterem nas tribos, elas são obrigadas a viver em vilas improvisadas, onde não resta outra coisa senão fazer artesanato. Conversamos com uma dessa mulheres e ela nos contou que a cada dois anos ganham uma nova argola, conforme a tradição. É surpreendente imaginar que aquelas mulheres convivem com aquelas argolas super pesadas inclusive na hora de dormir, não havendo como removê-las. Em uma das tendas é possível segurar as argolas para se ter noção do peso, fiquei impressionado.

Foi um passeio surpreendente, algo muito diferente e que guarda certa beleza, porém pensando no lado do sacrifício parece algo desumano, pois o Governo tailandês ajuda as refugiadas desde que as mesmas não deixem de manter as argolas, atraindo assim turistas do mundo inteiro. O lugar já foi classificado como uma espécie de zoológico humano, mas elas ainda alegam se tratar de uma tradição. Quem tem razão? Cabe uma reflexão.

12314520_10153397071297672_7675082196023731971_o

COMO VISITAR O PANDA DE CHIANG MAI:

Chiang Mai é famosa também por um animal cada dia mais raro, o panda. Ele fica no zoológico da cidade, o mais organizado que já visitei (e olha que conheço 26 países, hein?).
Paga-se 150 bahts pela entrada e a estrutura do espaço permite que os visitantes tenham uma excelente interação com os animais, inclusive com grades mais baixas. Você pode alimentar os elefantes e as girafas. É comum encontrar quiosques ao lado dos animais que vendem comida apropriada. O zoo é gigante por isso vá com tempo e bem disposto a caminhar, mas quem busca certa comodidade tem uma opção de transporte interno.

Todavia, a maior atração é sem dúvida o urso panda, que fica numa área exclusiva e climatizada. O animal sente muito calor e a área é toda temática, com direito até a lojinha de souvenirs e tudo mais. Para ter acesso a este espaço é preciso pagar mais 100 bahts, vale muito a pena e rende belas fotos. Para ir ao zoológico pegue um carro vermelho ou tuk tuk, mas negocie o preço (geralmente é possível conseguir uma corrida pela metade do valor proposto pelo motorista). Caso não feche valor para ida e volta, não se preocupe. Na saída do zoo existem vários carros parados “loucos” por serviço.

Panda

 

COMO CONHECER O TEMPLO MAIS INTERESSANTE DE CHIANG MAI:

Na mesma rota do zoo, nossa sugestão para completar um dia de passeio é visitar o templo Wat Phrathat Doi Suthep, cuja entrada é 30 bahts, Repleto de ouro, budas e muita religiosidade, o local também é visita obrigatória para quem passeia na cidade e o melhor jeito de chegar até ele é com um red car.

1275098_1079021535464175_6155385238077464586_o

Atividades como arvorismo, rafting, snake farm, bungy jump, quadriciclo, estande de tiros, show de crocodilo, orquidário e safari noturno estão entre as opções de lazer da cidade. Além disso ainda tem Night Market e Sunday Market, que contaremos em breve noutra postagem. De lá também tem muitos tours que fazem um dia de bate e volta a Chiang Rai, para conhecer o Templo Branco. Portanto recomendamos pelo menos 4 noites na cidade. E depois de tudo isso, sem dúvida, Chiang Mai se tornou uma das paradas favoritas, recomendo demais!

Dali, seguimos para as deliciosas praias tailandesas, veja também: Koh Phi Phi, Koh Tao, Koh Samui, Koh Pangan: O mapa do tesouro para as ilhas da Tailândia!

Quer saber mais sobre essa experiência ou gostaria de falar diretamente com a nossa equipe para obter auxílio no planejamento de uma viagem? Então entre em contato agora mesmo, preenchendo os campos abaixo que lhe responderemos em breve! Nós, turisteiros, assessoramos você por meio da experiência em viagens desde a compra da passagem até os detalhes do roteiro final.

[contact-form-7 404 "Not Found"]

Fabiano Antunes
Siga:

Fabiano Antunes

Turisteiro desde sempre, já rodou por 26 países e a maioria dos estados brasileiros, mas quer visitar o mundo inteiro. É jornalista de formação, escritor nas horas vagas e tem dois livros publicados. Um cara do tipo que vive pensando e planejando viajar. Adora mapas, coleciona bandeirinhas dos países e também bonequinhos caricatos de chumbo. E-mails para [email protected]
Fabiano Antunes
Siga:

3 thoughts on “Chiang Mai: tigres, elefantes, pandas, mulheres girafa e ainda tem mais?

  1. Pingback: 10 atrações imperdíveis em Bangkok -

  2. Luciane says:

    Obrigado por compartilhar as suas aventuras conosco.
    Em agosto vou com a minha familia (marido e filha de 2 anos) para Bangkok, só temos 9 dias e estamos em duvida entre ir a Koh Phi Phi ou Chiang Mai.
    Diante desse cenário familiar e tempo curto, com o seu conhecimento, onde você acha que curtiriamos mais?
    Desde ja agradeço

    • turisteiro says:

      Ola Luciane e obrigado pelo seu comentário! Então, os dois lugares tem propostas para agradar a todos. Em Chiang May você tem vastas opções para interagir com animais e a cultura local, além das mulheres girafas e a possibilidade de esticar até Chiang Ray. koh phi phi é linda e tem vários passeios ao redor, mas basicamente é um destino de Praia, então é preciso pesar oq vcs gostariam mais…

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: