GUIA COMPLETÍSSIMO do paraíso de Fernando de Noronha!

Fernando de Noronha

Se visitar Noronha uma única vez já pode fazer parte do sonho da maioria das pessoas, imagina ter o privilégio de retornar à ilha em uma segunda viagem? Para quem não leu a reportagem com o relato da minha primeira visita e quer saber mais sobre a ilha, o link está aqui. Pude relaxar e curtir sem aquela expectativa da primeira visita, afinal já conhecia o principal. Dessa vez eu revisitei os lugares que mais gosto e descobri algumas novidades, a seguir conto tudo em detalhes.

11055334_1027338130632516_1936369321867479356_o

Começando pela escolha do assento no avião: janelinha do lado esquerdo (poltrona da fileira A) na ida e do lado direito na volta (poltrona da fileira F) para ter a melhor vista aérea desse paraíso quando se chega e sai. Mas fique atento porque o pouso e a decolagem são muito rápidos. E nem tudo vai ser só maravilha e fantasia já que, em Noronha, é obrigatório o pagamento da taxa de permanência para sustentar uma “preservação” e “manutenção” que simplesmente ninguém vê (R$51 reais o dia, referência: primeiro semestre de 2015), podendo pagar antecipadamente pela internet ou na hora. Vejo muita gente dizendo que é melhor pagar antes, mas de qualquer forma o seu transfer irá esperar os que optarem por esta opção, então na prática não há muita diferença.

Falando ainda sobre taxas obrigatórias, terá de pagar também pelo acesso às praias do Sancho, Sueste e Atalaia, mas essa não se paga no aeroporto. Cada brasileiro desembolsa R$81 reais (ref: primeiro semestre 2015) e os gringos pagam o dobro. Respire fundo e mantenha a calma, afinal você está em Noronha e esses são apenas dois pequenos detalhes. O cartão de acesso as praias é feito na vilinha do Tamar, ao lado de onde acontecem as palestras ou próximo do restaurante Flamboyant, na vila dos Remédios. Esse cartão vale por dez dias e é indispensável para ver o mirante dos dois irmãos, para ver tartarugas e/ou tubarões na praia do Sueste ou ainda para acessar a praia do Sancho, tida como uma das mais bonitas do mundo. Aconselho fazer o cartão logo no dia da chegada, salvo engano os postos funcionam até as 22h. No quiosque perto do Tamar você também já agenda sua entrada na praia da Atalaia, mais pra frente explico sobre ela.

12006569_1027335797299416_5944655955141644527_o

O tempo médio de permanência dos turistas na ilha é de 3 noites, mas eu recomendaria pelo menos 5 pra que pudesse explorar tudo com calma. Só faça o ilha tour se tiver com pouco tempo pra explorar por conta própria ou então se gostar de ver tudo de maneira bem “pra turista”. Do contrário, explore os quatro cantos da ilha de ônibus, alugando um buggy, uma bicicleta ou pegando caronas.

Dentre os passeios, são várias as opções de excursões de barco com ou sem refeições, pesquise aquele que mais lhe agrade. A minha favorita é o plana sub. Recomendo especialmente este passeio, sendo uma pranchinha que puxa você dentro d’água por um cabo conectado ao barco. Pra quem não pretende fazer mergulho de cilindro e gosta de nadar, esta será sem dúvida, sua melhor opção. Durante aproximados vinte minutos você será puxado pelo barco podendo controlar a prancha para subir e descer quantas vezes o fôlego deixar. Cardumes de peixes, tartarugas, filhotes de tubarões e muito mais te esperam quando afundar ou simplesmente colocar seus olhos na água, uma experiência incrível é imperdível! Existem barcos que fazem passeios exclusivamente para a pranchinha, sendo o Dragão dos Mares um dos mais conhecidos, com saídas diárias às 13:15 do Porto (R$80 ref: primeiro semestre 2015).

11958211_1027656687267327_9079668891333704056_o

Se chegar na ilha até 17 horas, minha dica pessoal é correr para o mirante do Boldro, o por do sol mais clichê de todos. O acesso dele é fácil, basta pegar o ônibus ou uma carona e descer na única parada que fica fora da rodovia principal, quando ele entra a direita. Qualquer dúvida pergunte ao motorista. Lá tem um barzinho sempre com música ao vivo e muita gente. Se ajeite, prepare a câmera fotográfica e curta a paisagem. Outro por do sol lindo e pouco divulgado é o do forte dos remédios, bem perto do centro. Quando chegar próximo ao bar do Cachorro siga para o lado esquerdo, subindo a primeira ladeira que aparecer. A vista de lá é cento e oitenta graus, incluindo os Dois Irmãos, o Morro do Pico de um lado e o Porto do outro. Suba até o ponto mais alto do forte, prepare-se para babar.

12030407_1033763489989980_5330224058060733402_o

Quer curtir uma praia? As melhores opções de Noronha são as “urbanas” do Cachorro (incluindo o buraco do Galego bem no cantinho direito, onde na maré baixa, certamente crianças, moradores locais e alguns turistas mais aventureiros estarão pulando nesse buraco de visual incrível), praia do Meio e da Conceição, todas uma ao lado da outra e a poucos minutos de caminhada da Vila dos Remédios, o centrinho da ilha. Essas praias merecem um dia inteiro e dependem de um esforço moderado. No fim de tarde o Bar do Meio (como começo da Praia do Meio) tem um som lounge de primeira com camas, redes, espreguiçadeiras e bons drinks). Reserve um dia para desfrutar da praia do Sancho, eleita como uma das praias mais bonitas do mundo. na qual o acesso é feito por meio de trilha e necessário portar o cartão de acesso as áreas especiais da ilha. A escadinha de madeira intimida um pouco, mas não se deixe desanimar, vai valer a pena!

11942189_1027659170600412_1070196187747446362_o

Outra opção é fazer esse passeio de barco, descendo diretamente na praia. Uma dica importante é que o Mirante dos morros Dois Irmãos está numa trilha mal sinalizada a direita dessa escada, uma caminhada de poucos minutos até ele é obrigatória pra ficar embasbacado, mesmo que não seja mais sua primeira vez. É um lugar que não canso de contemplar mesmo indo nele por três vezes só nessa viagem. Perfeitamente conciliável com esse passeio, reserve a parte da tarde para visitar a praia do Boldró, onde fica a baía dos porcos e então você finalmente chegará bem pertinho daqueles dois morrinhos lindos. Caminhando para o lado esquerdo dessa praia encontra-se outro mirante, bem pertinho dos Dois Irmãos. O acesso é por uma pequena trilha de pedras que fica no canto da praia. Seguindo um pouco mais a esquerda está uma deliciosa área de banho e duas piscinas naturais, também imperdíveis na maré baixa.

Outra sugestão de passeio é combinar a baía do Sueste com a Praia do Leão. Na primeira, é quase certo que você verá tartarugas e cardumes de peixes coloridos, e tendo um pouco de sorte, também encontrará filhotes de tubarão. Nesta praia é necessário alugar colete e eu recomendaria também o aluguel de pés de pato, além de um snorkel. Saindo dali, você estará bem perto da minha praia favorita da ilha, a do Leão. Vale muito a vista ao mirante e o banho refrescante em suas águas quase sempre desertas. Mas já digo que a trilha até ela é puxada, cerca de trinta minutos de caminhada da parada do ponto final do ônibus na praia do Sueste seguindo sempre as placas. O mar tem muitos tons de azul e verde, qualquer semelhança com as águas do Caribe serão mera coincidência. O melhor jeito de chegar até a praia do Leão é de buggy, carona ou bicicleta.

10468226_1027337203965942_4303322573775215038_o

Quem vai a qualquer praia ela de Noronha deve ter como recomendação principal sempre ter consigo protetor solar, uma canga ou toalha, lanche e água, pois não é comum encontrar pontos de vendas na maioria das praias. Apesar de muitos dizerem que tudo é caro em Noronha, mas nem tudo está perdido. A minha sugestão para comprar alimentos é no mercadinho Breakfast, na vila dos Remédios. Nele, paguei praticamente os mesmos valores praticados no continente, ainda que a maioria dos outros lugares da ilha cobrem duas ou três vezes do preço normal.

Caso esteja procurando por onde se hospedar, procure ficar na vila dos remédios ou na Floresta Nova, Floresta Velha e Vila do trinta, tudo colado no centro. Nossa dica é ficar na Pousada Dois Irmãos, como falamos melhor aqui. Mais uma dica bacana para os casais enamorados e quem mais quiser um ensaio fotográfico, a ilha conta com o fotógrafo Rodrigo que faz um trabalho impecável. Veja as fotos dele aqui.

E se você optar por uma viagem mais econômica, exercite o dedão e peça carona sem medo. Além de não gastar nada você ainda pode fazer novas amizades e o melhor: sem riscos de assaltos ou qualquer coisa do tipo. Isolada do resto do país, a violência na ilha é próxima de zero, tenha cuidado apenas quando for para o mar e deixar suas coisas na praia, procure cobri-las que ninguém irá mexer. Se estiver num grupo de três ou mais pessoas, vale a pena alugar um buggy, pois com ele vocês terão acesso mais fácil a todos os pontos, economizando muito tempo. Negociando um pouco, é possível pagar cerca de R$100 a diária. A ilha conta com uma única linha de ônibus que percorre os principais pontos e cobra uma tarifa de R$3 reais.

12034355_1034669286566067_4361051361352619762_o

O sinal de telefone lá não é dos melhores, muitas pousadas contam com serviço precário de Wi-Fi. Praticamente todos estabelecimentos aceitam cartões de débito e crédito, mas é possível conseguir desconto nos passeios quando o pagamento é feito em dinheiro. O único caixa 24 horas fica no aeroporto e costuma estar sem dinheiro, portanto é melhor sacar antes para evitar imprevistos. Agências bancárias somente a do Santander e Bradesco, sendo possível também sacar dinheiro do Banco do Brasil na única agência dos correios.

Na praia do Porto o pessoal do projeto Tamar captura e monitora uma tartaruga todas as quintas e sábados, geralmente às nove da manhã, com direito a uma mini explicação sobre esses adoráveis bichinhos. Nesta praia também a chance de encontrar arraias, famílias de peixinhos, golfinhos, polvos e até filhotes de tubarões é bem grande, portanto esteja com snorkel na mão quando for visitá-la. Fique de olho também porque a equipe do projeto Tamar sempre divulga sobre a abertura dos ninhos de filhotes de tartarugas, pode ser uma experiência e tanto. Informações no próprio quiosque do Tamar, ao lado do auditório onde acontecem as palestras do projeto.

11951610_1027658490600480_6388000808717233839_o

Ta afim de fazer um mergulho de cilindro? Então não deixe de ler nosso relato da experiência incrível com a operadora mais antiga e experiente da ilha, a Águas Claras, veja aqui. Para completar a jornada, se tiver tempo de sobra, considere fazer uma visita ao berçário marinho na Praia da Atalaia. Com agendamento prévio realizado na pracinha onde ocorrem as palestras do projeto Tamar, tente agendar logo no dia da sua chegada, pois a visita é limitada a cem pessoas por dia por questões de preservação. Além de uma vista espetacular, é quase impossível não ver muitos animais que ficam em uma espécie de aquário gigante quando a mare baixa e você poderá nadar junto deles.

À noite a pedida é o Bar do Cachorro, que tem festa praticamente todos os dias, sendo fácil encontrar uma boa opção na vila dos Remédios. Claro que, em Noronha, você não pode deixar de conhecer o Festival Gastronômico do Zé Maria, um delicioso banquete que acontece todas as quartas e sábados. Leia mais sobre essa experiência aqui. Gosto muito da ideia de saber que a ilha está longe de tudo e tem uma forma muito peculiar de organização e estilo de vida. Os moradores se conhecem, a violência praticamente inexiste e a maioria dos recursos precisa ser cuidado e preservado. Portanto seja com família, amigos ou sozinho, a experiência em Noronha certamente será inesquecível, aproveite ao máximo!

Quer saber mais sobre essa experiência ou gostaria de falar diretamente com a nossa equipe para obter auxílio no planejamento de uma viagem? Então entre em contato agora mesmo, preenchendo os campos abaixo que lhe responderemos em breve! Nós, turisteiros, assessoramos você por meio da experiência em viagens desde a compra da passagem até os detalhes do roteiro final.

[contact-form-7 404 "Not Found"]

Amilton Fortes
Siga:

Amilton Fortes

Administrador, agente de viagens, especialista em coaching, fotógrafo e um turisteiro nato que adora escrever contando especialmente as coisas que ninguém disse sobre os lugares que visita. Segue pelo mundo colecionando seus ímãs de geladeira. contato: [email protected]
Amilton Fortes
Siga:

6 thoughts on “GUIA COMPLETÍSSIMO do paraíso de Fernando de Noronha!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: