Me belisca:estou mesmo em Londres?

20015_10153125991852672_73760911038672999_n

Cosmopolita, intensa, moderna, um mix de culturas e com tudo funcionando na mais perfeita ordem. Não seria difícil encher várias folhas de bons adjetivos e histórias para ilustrar Londres, a minha cidade favorita no mundo. Faz pouco tempo que tive o privilégio de passar alguns dias na famosa capital da Inglaterra e do Reino Unido, um dos lugares que certamente eu quero voltar e explorar várias vezes.Terra do big ben, da london eye, das cabines de telefone e dos ônibus vermelhos, da mão inglesa e de personalidades como Beatles, Spice Girls, Elton Jhon, Sherlock Holmes, Princesa Diana, Harry Potter, Amy Winehouse e Adele, esse pedacinho do mundo que ainda foi palco de uma revolução, já inspirou e impressionou muita gente, não há quem nunca tenha escutado falar sobre alguma dessas referências.

Ofertas de passagens aéreas: veja aqui muitas promoções!
Encontre o seu hotel: as melhores ofertas para a sua hospedagem estão aqui.
Faça um seguro viagem: compare e encontre aqui os melhores seguros do mercado!

1622425_885700451462952_5351946039173525564_o

Comecei minha jornada desembarcando num dos três aeroportos que servem a cidade, no Gatwick. Com uma estrutura monstruosa, muitas esteiras rolantes e um formulário de imigração bem chatinho, entrar em Londres não é assim tão fácil quanto foi nos outros países da Europa. O funcionário que lhe dará o carimbo de entrada fará pelo menos umas três perguntas: conhece alguém na cidade? quanto tempo pretende ficar? para onde vai depois daqui? E aí there you are, welcome to London!   Percebi logo que meu inglês não estava muito afiado e depois de uma pequena ajuda para a compra do bilhete na máquina de autoatendimento, fui a encontro do turisteiro Fabiano lá na Victoria Station, pois ele tinha chegado um dia antes. A partir dali, meu queixo só ficava caído.

11781899_10153126007592672_5420905304669506740_n

Ver todas as referências dos filmes e jornais ao vivo e a cores parecia um sonho. Quando estive no pé da London Eye, achei que ela fosse de mentira. E pensar que o Big Ben e o Parlamento estavam logo do outro lado da rua. Caminhando mais um pouco, passamos pela Abadia de Westminster e finalmente chegamos ao Palácio de Buckingham. As ruas já estavam parcialmente interditadas para a troca da guarda e as pessoas se amontoavam por toda parte. Claro que os chineses e coreanos estavam por ali, todos segurando seus “paus de selfie”.

Foi bacana a cerimônia, mas não é a coisa mais incrível de Londres. Saindo de lá, caminhamos pelo Green Park e alimentamos esquilos no St. Jame´s Park. Ao invés de pombos e tantos outros bichos feios e mal educados, na terra da rainha estavam ticos e tecos iguais aos do desenho animado e todos pareciam ter sido adestrados em alguma escola britânica. Dali, foi um pulo até a famosa Trafalgar Square e suas lindas fontes. Ao fundo da praça está a imponente The National Gallery, um dos mais importantes museus da Europa e um dos mais conhecidos do mundo, vale a visita. Dava pra ver também a igreja anglicana St. Martins in the Fields ao fundo da praça. Tivemos fôlego para chegar até a pizza hut que dá bem de frente ao telão da Piccadilly Circus. Comemos uma pizza só pela vista e eu me peguei por várias vezes descrente que tudo aquilo fosse mesmo de verdade. Ressalto que esse roteiro foi feito todo a pé, mesmo caminhando muito foi super tranquilo.

10887160_889288151104182_4849529768999870766_o

Era princípio de inverno, os dias anoiteciam por volta das dezesseis horas, então com o cair da noite e as energias reestabelecidas, foi hora de ir às compras na Regent Street e Oxford Street. Das marcas mais caras como Swarovski, Prada, Louis Vuitton às famosas lojas de departamento, por ali você encontra também Topshop, H&M, Primark (melhor lugar do mundo para comprar roupas e assessorios a preço de banana e de boa qualidade), John Lewis (a minha favorita), Apple Store (onde comprei um iphone 6), Disney Store (onde como boa criança comprei um Mickey). Ainda conhecemos algumas lojas super chiques e para um público altamente exigente: a Harrods, Selffridges e Fortnum & Mason. Dizem até que a rainha faz suas comprinhas nessa última, então prepare o bolso!

Para ir a London Eye, você tem diversas opções: chegar logo no começo do dia e pegar boa iluminação, ver o fim de tarde, combinar um ingresso que permita dar duas voltas, enfim. Escolha sua modalidade e veja as promoções que combinam a atração com o museu de cera Madame Tussaud e/ou com o aquário de Londres (que fica ao lado da London Eye). A vista de cima vale a volta, que dura exatos 30 minutos. Vale dizer que a roda gigante não para e optamos por ir logo cedo, sem filas nem tumultos. Nota: A tão famosas promoção 2for1 (compre um bilhete e ganhe outro) existe, porém só é válida para quem compra um bilhete de trem (e não de metrô nem bilhetes avulsos, o oyster card não serve) naquele dia, ou seja: é uma verdadeira furada. Sua única chance de utilizar a promo é se estiver indo ou vindo de algum aeroporto no dia em que for subir na roda gigante, pois aí sim você terá um bilhete válido. E nada de jeitinho brasileiro, pois os ingleses são diretos e objetivos além de cumprirem estritamente as regras.  Fotos e mais fotos na região e depois seguimos para o Natural History Museum, onde tem o famoso esqueleto de um tiranossauro no saguão principal. O museu é bem bacana, vale a visita.

10862536_889294421103555_2281354599492047077_o

A tarde foi dos museus, ainda fomos para o British Museum, um dos maiores de Londres. Além de esfinges, pinturas e esculturas, é nele que está a escrita mais antiga da humanidade. No Madame Tussaud, que em Londres tem um dos maiores museus de cera do mundo, está uma verdadeira aventura para qualquer idade. Passando por cenários ambientados como festa de gala, salão do castelo real, o visitante poderá fotografar, beijar, pegar e abraçar celebridades, ídolos do esporte, políticos e astros da música. Mas não pense que o museu se resume só aos bonecos, pois o visitante fará uma visita pela história da Inglaterra num carrinho em formato de táxi que desliza sob os trilhos. Tem ainda uma espécie de trem fantasma com bonecos reais e de mentira e um cinema 4D que conta aventuras dos super heróis que também estão lá em tamanhos reais. Vocês não imaginam como o lugar é grande, chegue cedo e se prepare para muita aventura.

Outras duas recomendações bem interessantes são Camden Town (famoso por ser o bairro favorito de Amy Winehouse) e Nothing Hill (por causa do filme).Camden é eclético, desembarcando bem na estação de metrô você já está na parte mais interessante do bairro. Lojas com roupas e acessório para a galera emo ou rock and roll e vitrines muito inusitadas, ainda conta com uma feira livre de comidas de diversas partes do mundo, vale a pena. Em Nothing Hill, o legal é a feirinha de antiguidades do sábado, onde é possível comprar verdadeiras relíquias e muitas lembrancinhas por preços bem baratinhos.

10921653_903743266325337_8401342642512761574_o

Nós ainda conhecemos a St Paul Cathedral, onde foi celebrado o casamento da Princesa Diana. Estivemos na Torre de Londres, que estava coberta por um tapete vermelho em homenagem aos soldados mortos na Primeira Guerra Mundial. Cruzamos a London Bridge, mas não subimos em suas torres que agora tem até chão de vidro. Mas vimos o anoitecer numa espécie de calçadão que vai margeando por ela, a vista do centro financeiro da cidade é incrível. Fizemos uma espécie de “PUB CRAWL (maratona de pubs)” com nossos amigos lá no Soho, onde comemos também comida indiana, é lá que estão os principais teatros da cidade, você tem que conhecer esse bairro! Ficamos viciados na rosquinha do Crispy and Creamy, uma rede de donuts americanos de dar água na boca e da qual eu sinto falta diariamente. Não andei de táxi nem no famoso ônibus vermelho hora nenhuma, pois o metrô e os trens funcionavam até por volta das uma da manhã. E ainda que eu tivesse ficado em Londres por um mês, acredito que teria sido pouco. Certamente esta foi a cidade com a qual mais me identifiquei até hoje no mundo, eu moraria lá muito fácil. Segura, eficiente, com pessoas educadas e civilizadas, do jeito que o Brasil e nossas cidades tinham que ser.

E você, tá esperando o que pra conhecer Londres? Pensa em passar uns dias conhecendo essas maravilhas? Pois então não deixe de falar conosco por meio deste link, vamos te ajudar a planejar um roteiro sob medida, de acordo com suas preferências. Nós, turisteiros, assessoramos você por meio da experiência em viagens desde a compra da passagem até os detalhes mais importantes e o melhor: por um precinho bem camarada, seja pra destinos nacionais ou internacionais. Somos turisteiros e também amamos viajar! Até breve.

Serviço:

Recife Câmbio / Em Boa Viagem e no Recife Antigo, ambas em Recife-PE. Mais informações pelo: (81) 3039-2121 ou no www.facebook.com/reccambio

Faça suas reservas pelo nosso site com descontos e vantagens, você não paga mais nada por isso e nós recebemos uma pequena comissão, o que nos ajuda a manter o blog!

Reserve: | passagens aéreas em promoção | melhores ofertas de hotéis | seguro viagem |

Ficou com alguma dúvida ou gostou desse post? Gostaria de compartilhar outras informações que podem ajudar? Então deixe um comentário lá embaixo!

Até logo!

Amilton Fortes
Siga:

Amilton Fortes

Administrador, agente de viagens, especialista em coaching, fotógrafo e um turisteiro nato que adora escrever contando especialmente as coisas que ninguém disse sobre os lugares que visita. Segue pelo mundo colecionando seus ímãs de geladeira. contato: [email protected]
Amilton Fortes
Siga:

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: